• A EXPERIÊNCIA DO SAMAE DE BRUSQUE/SC COM A MODELAGEM HIDRÁULICA DE TODO SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA
  • A GESTãO DA PRESSãO NOS SISTEMAS DE DISTRIBUIçãO, QUALIDADE DA AGUA E AR NA TUBULAçãO - ASPECTOS RELEVANTES
  • A GESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS E OS DESAFIOS CONTEPORÂNEOS
  • A IMPLANTAÇÃO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO NO SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE ALAGOINHAS COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO PARA ALCANCE DA EFICIÊNCIA ADMINISTRATIVA
  • A PANDEMIA DO NOVO CORONAVIRUS E A NECESSÁRIA SUBSTITUIÇÃO DO CONTATO FÍSICO E PRESENCIAL NO ATENDIMENTO AO CLIENTE: A ASCENSÃO DO TELEATENDIMENTO
  • A QUALIDADE DEFININDO A IMPORTANCIA DO CONTRATO DE CONTROLE TECNOLOGICO PARA O SANEAMENTO AMBIENTAL NUM MUNDO EM CONSTANTE TRANSFORMAÇÃO
  • A RECICLAGEM E O DESCARTE DE RESÍDUOS SÓLIDOS DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL NO ESTADO DO CEARÁ
  • ABASTECIMENTO PARA TODOS: MELHORANDO A QUALIDADE DE VIDA DOS MORADORES DO ENGENHEIRO MARSILAC
  • AÇÃO DE REGULARIZAÇÃO DE ÁREA COM MÃO DE OBRA PRÓPRIA NO MUNICÍPIO DE SANTO ANDRÉ
  • AÇÕES PARA CONTROLE E REDUÇÃO DE PERDAS FÍSICAS – ESTUDO DE CASO DA CIDADE DE PRESIDENTE EPITÁCIO-SP
  • ACOMPANHAMENTO DIGITAL E GESTÃO COLABORATIVA DAS FRENTES DE RECEBIMENTO OPERACIONAL DE COLETORES E INTERCEPTORES DE ESGOTO NA RMSP
  • ANÁLISE COMPARATIVA DE DIMENSIONAMENTO DE TANQUES VERTICAIS PARA ARMAZENAMENTO DE ÁGUA, UTILIZANDO AS NORMAS API 650, AWWA D-100 E NBR 7821
  • ANÁLISE DAS AÇÕES DE PERDA REAL E APARENTE NO ÍNDICE DE PERDAS NA DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA NA UNIDADE DE NEGÓCIOS DA SERRA DA IBIAPABA
  • ANÁLISE DE PROJETOS PARA OBRAS DE SANEAMENTO: METODOLOGIA COM BASE EM CHECKLIST, RESULTADOS E RECOMENDAÇÕES
  • ANALISE DO IMPACTO DA NOVA ESTRUTURA TARIFARIFA DA SABESPE
  • ANÁLISE E DIAGNÓSTICO TÉCNICO PARA REGULARIZAÇÃO DE LIGAÇÕES INATIVAS E RECUPERAÇÃO DA MICROMEDIÇÃO COM ADOÇÃO E UTILIZAÇÃO DE DASHBORDS E PAINÉIS GERENCIAIS
  • ANÁLISE ECONÔMICA DA INFLUÊNCIA DA TENSÃO TRATIVA NO DIMENSIONAMENTO DE REDE COLETORA DE ESGOTO
  • APLICAÇÃO DA TÉCNICA DE RADIAÇÃO SINCROTRON PARA ANALISE DA REMOÇÃO DE METAIS PESADOS EM VALA DE FILTRAÇÃO
  • APLICAÇÃO DO MÉTODO SVM PARA IDENTIFICAÇÃO DE NÚMERO ELEVADO DE VAZAMENTOS COM VARIÁVEIS OPERACIONAIS EM UM SETOR DE ABASTECIMENTO
  • APROVEITAMENTO DE ÁGUAS PLUVIAIS PARA FINS NÃO POTÁVEIS NO NÚCLEO DE ENSINO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS
  • ATIVIDADES INOVATIVAS EM EMPRESAS DE SANEAMENTO BÁSICO BRASILEIRAS.
  • ATIVOS E ALIENAÇÃO DE IMÓVEIS EM AMBIENTE REGULATÓRIO: UM ESTUDO DE CASO NO SETOR DE SANEAMENTO BÁSICO
  • AUTOMAÇÃO DO SISTEMA DE DOSAGEM DE PRODUTOS QUÍMICOS EM UMA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA COM USO DE INTELIGENCIA ARTIFICIAL – CASE ETA JARDIM JAPÃO, COTIA-SP
  • AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE ÁGUA DE UM ARROIO URBANO
  • AVALIAÇÃO DA TRATABILIDADE BIOLÓGICA DE LIXIVIADO DE ATERRO SANITÁRIO
  • AVALIAÇÃO DA VARIAÇÃO DA DEMANDA E DO FATURAMENTO PELA APLICAÇÃO DE TARIFA RESIDENCIAL / SOCIAL
  • AVALIAÇÃO DAS AÇÕES PROPOSTAS NO PROJETO NOVO RIO PINHEIROS – MODELAGEM MATEMÁTICA DA QUALIDADE DAS ÁGUAS
  • AVALIAçãO DE CáLCULO PARA REDUçãO ECONôMICA DE PERDAS APARENTES
  • AVALIAÇÃO DO COMPORTAMENTO ESTRUTURAL E DE PESO DE FABRICAÇÃO DE RESERVATÓRIOS METÁLICOS VERTICAIS ATRAVÉS DE UMA PERSPECTIVA GEOMÉTRICA
  • AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DO USO DE RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO E DEMOLIÇÃO (RCD) NA PRODUÇÃO DE SOLOS PARA RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS POR MINERAÇÃO
  • AVALIAÇÃO DOS ASPECTOS DE SAÚDE E BEM ESTAR DE TRABALHADORES EM UM EMPRESA DE SANEAMENTO AMBIENTAL
  • AVALIAÇÃO EXTERNA DE PROGRAMAS DE INTEGRIDADE EM EMPRESA ESTATAL DO SETOR DE SANEAMENTO À LUZ DA AVALIAÇÃO DO PRÓ-ÉTICA 2018/2019 DA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO - CGU
  • AVALIAÇÃO QUANTITATIVA E QUALITATIVA DO EFLUENTE CLARIFICADO ORIUNDO DAS LAVAGENS DAS UNIDADES DE DECANTAÇÃO E FILTRAÇÃO NA ETA EM GUARATINGUETÁ, OBJETIVANDO REUSO NO PROCESSO DE TRATAMENTO PARA A REDUÇÃO DAS PERDAS
  • BENEFíCIOS DA MODELAGEM DE ESGOTOS PARA ATUALIZAçãO CADASTRAL E RESPOSTA RáPIDA PROBLEMAS OPERACIONAIS
  • CÁLCULO DO FATOR DA CONDIÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA (FCI)
  • CAPTAÇÃO DE ESGOTO EM SISTEMAS UNITÁRIOS DE TEMPO SECO PARA PROTEÇÃO AOS CORPOS HÍDRICOS
  • CARACTERIZAÇÃO DAS CONDIÇÕES SOCIOECONÔMICAS E SANITÁRIAS DE UM ASSENTAMENTO RURAL DO MUNICÍPIO DE ILHA SOLTEIRA – SP E PROPOSTA DE INTERVENÇÃO
  • CARACTERIZAÇÃO DAS LIGAÇÕES DE ESGOTO DOMÉSTICO DO BAIRRO CENTRO DO MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS/SC: ESTUDO DE CASO RELACIONADO AO PROGRAMA FLORIPA SE LIGA NA REDE
  • CARNAVAL EM SÃO PAULO: BLOCOS DE RUA E SEUS IMPACTOS AMBIENTAIS
  • CATIONIZAÇÃO DE HEMICELULOSES POR INDUÇÃO DE MICRO-ONDAS VISANDO APLICAÇÃO COMO COAGULANTE NO TRATAMENTO DE EFLUENTE INDUSTRIAL
  • CAVALETES PARA LIGAÇÃO DE ÁGUA UMA MUDANÇA DE PARADIGMA-REVISÃO DA NORMA TÉCNICA SABESP NTS 232
  • CENTRO ECOLÓGICO DE RECICLAGEM DE PAVIMENTOS - CERP
  • COMO RECEBER DE QUEM NÃO ESTÁ RECEBENDO? UMA ABORDAGEM HUMANIZADA, VISANDO ARRECADAR DE COMÉRCIOS E INDÚSTRIAS
  • COMPARAÇÃO E AVALIAÇÃO DE MODELOS DIGITAIS DE ELEVAÇÃO DOS SENSORES SRTM, ASTER, TANDEM/TERRASAR –X, NASADEM, COPERNICUS DEM E ALOS PALSAR PARA ANÁLISE DIGITAL DE TERRENO PARA APLICAÇÕES NO SANEAMENTO BÁSICO.
  • CONCURSO DE MAQUETES - “ESGOTO TRATADO PARA UMA CIDADE SAUDÁVEL”
  • CONSTRUÇÃO DE UM FOTÔMETRO DE BAIXO CUSTO E UTILIZAÇÃO NO ÂMBITO DA SALA DE AULA DE QUÍMICA NO ENSINO MÉDIO ESTADUAL COMO INDUTOR DE CONCEITOS E APLICAÇÕES EM ANÁLISES QUÍMICAS DE ÁGUAS E EFLUENTES.
  • CONSTRUÇÃO DE UM PROTÓTIPO DE BARCO CONTROLADO À DISTÂNCIA DE BAIXO CUSTO PARA MONITORAMENTO DE LAGOAS COSTEIRAS EM CORPOS D’ÁGUA RASOS.
  • CONTRATO DE PERFORMANCE DE ESGOTO: A QUEBRA DE PARADIGMA PARA A UNIVERSALIZAÇÃO DO SANEAMENTO NA RMSP
  • CONTROLE E REDUÇÃO DE PERDAS NO SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA: ESTUDO DE CASO DO SETOR DE ABASTECIMENTO COSTA NORTE NO MUNICÍPIO DE SÃO SEBASTIÃO NO LITORAL NORTE DO ESTADO DE SÃO PAULO
  • CORRELAÇÕES ENTRE A PRODUÇÃO DE BIOGÁS E PARÂMETROS FÍSICO-QUÍMICOS DO LODO, PROVENIENTES DE REATORES ANAERÓBIOS DO TIPO UASB MODIFICADO, TRATANDO ESGOTO DOMÉSTICO, EM ESCALA REAL
  • DESAFIOS PARA IMPLANTAçãO DE PADRãO OPERACIONAL NA EXECUçãO DE REDE COLETORA DE ESGOTO EM áREA DE ALTA VULNERABILIDADE SOCIAL – CASE COMUNIDADE BARACELA
  • DESENVOLVIMENTO DE NOVOS PADRÕES DE ESQUEMAS DE PINTURA PARA PREVENÇÃO CONTRA CORROSÃO: FOCO EM DESEMPENHO
  • DIAGNóSTICO DAS PERDAS DE áGUA: QUANTIFICAçãO DAS PERDAS REAIS NO SETOR DE ABASTECIMENTO COM A UTILIZAçãO DE SENSORES IOT NA EXECUçãO DO STEP TEST
  • DIAGNÓSTICOS OPERACIONAIS DE SISTEMAS DE ADUÇÃO DE ÁGUA TRATADA
  • DIRETRIZES DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E ESGOTAMENTO SANITÁRIO PARA EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS E O COMPORTAMENTO DA DEMANDA DE SERVIÇOS COM A PANDEMIA DE COVID-19 EM 2020.
  • DIRETRIZES PARA EXECUÇÃO DE RESERVATÓRIOS - CASE DE OBRA
  • DISCUSSãO SOBRE LOGISTICA REVERSA E O DESCARTE INADEQUADO DAS EMBALAGENS NO MUNICíPIO DE SãO PAULO COM ENFOQUE NO RIO PINHEIROS
  • DISCUSSãO SOBRE O NOVO MARCO LEGAL DO SANEAMENTO
  • EFICIêNCIA DE BOMBEAMENTO, VAZãO E MéTODO TERMODINâMICO
  • ELETROCOAGULAÇÃO E ELETROFLOTAÇÃO APLICADOS NO TRATAMENTO DE EFLEUTE INDUSTRIAL
  • ENGAJAMENTO DE EQUIPE OPERACIONAL DE ESGOTO A PARTIR DO USO DE CANVAS DE PROPOSTA DE VALOR
  • ENGAJANDO A FORçA DE TRABALHO A INOVAR
  • ESTIMATIVA EXPEDITA DE RECUPERAÇÃO DE ENERGIA EM ENTRADA DE RESERVATÓRIO DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA
  • ESTIMATIVA EXPEDITA DE VOLUMES DE RESERVATÓRIOS DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA
  • ESTRUTURA MATRICIAL COMO RESPOSTA ÁGIL AS DEMANDAS DO SETOR DE SANEAMENTO
  • ESTUDO COMPARATIVO DA SUBSTITUIçãO DO PAPELãO ONDA E, EM RELAçãO AO PAPELãO RECICLADO, PóS CONSUMO DE EMBALAGENS TETRA PAK, VISANDO CONFECçãO DE SUPORTES DESCARTáVEIS PARA SACOS DE LIXO- NILTEX
  • ESTUDO DA RELAÇÃO DA CONDUTIVIDADE ELÉTRICA E DO PH EM UM SISTEMA DE RAC
  • ESTUDO DE ARGAMASSAS COM INCORPORAÇÃO DE CINZAS DO PROCESSO DE INCINERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DOS SERVIÇOS DE SAÚDE
  • ESTUDO DE IMPACTO AMBIENTAL COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO DA VILA DE PARANAPIACABA PATRIMÔNIO TOMBADO PELO IPHAN – RUMO A UNIVERSALIZAÇÃO DO SANEAMENTO
  • ESTUDO DE PERDAS EM SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE áGUA
  • ESTUDO EXPLORATÓRIO DA DEGRADAÇÃO FOTOCATALÍTICA DE PARACETAMOL EM FLUXO CONTÍNUO EMPREGANDO NB2O5 IMOBILIZADO EM ESFERAS DE ALGINADO
  • EVIDÊNCIAS DAS CONTRIBUIÇÕES À POTABILIDADE DA ÁGUA PELA CORROSÃO DE CONDUTOS DE FERRO FUNDIDO EM SISTEMAS DE ABASTECIMENTO
  • EXPERIÊNCIA NA INTRODUÇÃO DO AMBIENTE COMUM DE DADOS NA GESTÃO DE PROJETOS
  • EXTRAÇÃO DA BAUXITA NO ESTADO DO PARÁ- IMPACTOS AMBIENTAIS, SOCIOECONôMICOS E MEIOS DE MITIGAçãO
  • FERRAMENTA DE GERENCIAMENTO DE CRÉDITO E RECEITA
  • FERRAMENTA IOT PARA MONITORAMENTO DE CONSUMO DE CLIENTES
  • GEOGERENCIAMENTO E GANHO DE EFICIêNCIA EM RECURSOS HíDRICOS
  • GEOPROCESSAMENTO APLICADO AO ABASTECIMENTO E GESTÃO DE PRESSÃO COM FOCO EM REDUÇÃO DE PERDAS
  • GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA COM FOCO NA MELHORIA OPERACIONAL E REDUÇÃO DE PERDAS POR MEIO DE MODELOS HIDRÁULICOS: ESTUDO DE CASO DO MUNICÍPIO DE DIADEMA – SP.
  • GESTÃO AMBIENTAL DA CADEIA DE SUPRIMENTOS – UMA ANÁLISE A PARTIR DA RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL
  • GESTÃO DA MODELAGEM HIDRÁULICA NA SUB-BACIA DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO NO MUNICÍPIO DE SANTO ANDRÉ -SP
  • GESTÃO DE ESGOTO COM FOCO EM AÇÕES SOCIOAMBIENTAIS
  • GESTãO MULTIFOCAL DO ESGOTAMENTO SANITáRIO NA MAIOR COMUNIDADE DE SãO PAULO
  • GESTÃO NA MANUTENÇÃO EM SISTEMAS DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO COM ESCASSEZ DE INVESTIMENTOS EM MUNICÍPIOS
  • GRECIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL NO MUNICÍPIO DE SOBRAL NO ESTADO DO CEARÁ
  • HERBICIDA GLIFOSATO
  • IMPACTOS DA UTILIZAÇÃO DE MÉTODOS “CHERRY PICKING” NO SETOR DE SANEAMENTO
  • IMPLEMENTAÇÃO DE PADRÃO OPERACIONAL PARA REDUÇÃO DE PERDAS EM ZONA DE MACROMEDIÇÃO
  • IMPLEMENTAÇÃO DE PAINÉIS DE MONITORAMENTO E ANÁLISE OPERACIONAL COM MICROSOFT POWER BI
  • INFLUêNCIA DA URBANIZAçãO NA DRENAGEM URBANA – ESTUDO DE CASO: DIMENSIONAMENTO DE BUEIRO NA RUA PADRE PAULINO NOGUEIRA – MORADA NOVA - CE
  • INSTRUMENTAÇÃO ONLINE EM ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA NO CONTROLE AUTOMÁTICO DE PRODUTOS QUÍMICOS
  • INTELIGêNCIA ARTIFICIAL NA ESTAçãO DE TRATAMENTO DE áGUA (ETA)
  • INVESTIGAÇÃO DA ATUAÇÃO DE UM NOVO COAGULANTE NATURAL, AS HEMICELULOSES CATIÔNICAS, APLICADO NO TRATAMENTO DE EFLUENTE INDUSTRIAL
  • LAGOAS DE ESTABILIZAÇÃO - PARÂMETROS DE CONTROLE E PROJETO PARA ETES EM COMUNIDADES DE MÉDIO E PEQUENO PORTE
  • LIGAÇÕES DE ESGOTO PARA GRANDES CLIENTES - INOVAÇÃO INCREMENTAL E PARCERIA, BUSCANDO A SUSTENTABILIDADE DO NEGÓCIO
  • MELHORIA DA GESTÃO OPERACIONAL DE SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA ATRAVÉS DO GIS INTEGRADO À MODELAGEM HIDRÁULICA
  • MÉTODO MULTICRITÉRIO M-MACBETH NA ANÁLISE DA COLETA SELETIVA: ESTUDO DE CASO
  • METODOLOGIA PARA APURAÇÃO DE RESULTADOS E PLANEJAMENTO DE AÇÕES DE ÁGUA E ESGOTO
  • MONITORAMENTO 100% - GESTÃO EFETIVA DE PRESSÃO
  • MONITORAMENTO ONLINE DE QUALIDADE DA áGUA NA REDE DE DISTRIBUIçãO
  • NORMAS, PROJETOS E VIABILIDADE ECONÔMICA DO SISTEMA DE REUTILIZAÇÃO DE ÁGUAS NÃO POTÁVEIS: UMA REVISÃO
  • NOVA MODELAGEM PARA IMPLANTAÇÃO DE MELHORIAS SANITÁRIAS INDIVIDUAIS NA ZONA RURAL DO CEARÁ
  • NOVA PROPOSTA DE IDENTIFICAÇÃO DE LIGAÇÕES FACTÍVEIS DE ESGOTO COM AUXÍLIO DE GEOPROCESSAMENTO: UM ESTUDO DE CASO NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO COTIA – SP
  • NOVAS NORMAS TÉCNICAS SABESP DE MÉTODOS NÃO DESTRUTIVOS
  • O USO E OCUPAÇÃO DO SOLO E O PROCESSO DE INDUSTRIALIZAÇÃO NA REGIÃO SUL DE MINAS GERAIS E SEUS IMPACTOS NO REGIME HIDROLÓGICO NA BACIA DO RIO JAGUARI
  • OS DESAFIOS DO PLANEJAMENTO EM FACE DO NOVO MARCO REGULATÓRIO DO SANEAMENTO NA REGIÃO METROPOLITANA DA BAIXADA SANTISTA - SÃO PAULO
  • OS DESAFIOS DO PROCESSO DE ACREDITAÇÃO ISO/IEC 17025 NO LABORATÓRIO DE METROLOGIA HIDRODINÁMICA
  • PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÃO TÉCNICA PARA COLETA DE ESGOTO EM IMÓVEIS EM SOLEIRA NEGATIVA: UMA CONTRIBUIÇÃO À UNIVERSALIZAÇÃO
  • PANORAMA DO SANEAMENTO NO TOCANTINS: UM ESTUDO DOS INDICADORES DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO FRENTE AS METAS PREVISTAS NO PLANSAB
  • PERDAS APARENTES - TEM MUITO MAIS DO QUE PARECE
  • PERFIS DE VELOCIDADES DISTORCIDOS NA MEDIÇÃO COM TUBO DE PITOT
  • PLANILHA PRIORIZAçãO DE OBRAS DE ESGOTOS (POE)
  • POÇO DE VISITA COM DECANTAÇÃO E RETENÇÃO DE SÓLIDOS FLUTUANTES
  • POTENCIAL DE RECUPERAÇÃO DE ENERGIA DE EFLUENTES DOMÉSTICOS COM BAIXA CONCENTRAÇÃO DE CARBONO E SÓLIDOS VOLÁTEIS: ANÁLISES EM TERMOS DE CARACTERÍSTICAS MUNICIPAIS
  • PROCESSO DE LODOS ATIVADOS INTEGRADO A FILTRO AUTOFORMADOR DE MEMBRANA DE BIOMASSA NATURALMENTE NÃO ADERIDA: A REVOLUÇÃO DO MBR, OU A EVOLUÇÃO DOS LODOS ATIVADOS.
  • PROGRAMA ESGOTO CERTO – CASE: PERUÍBE/SP
  • PROGRAMA óLEO E áGUA NãO SE MISTURAM
  • PROJETO DMC 300% - ABORDAGEM MULTIPROCESSUAL: FERRAMENTA PARA OTIMIZAÇÃO DOS PROCESSOS ÁGUA, ESGOTO E COMERCIAL EM DISTRITO DE MEDIÇÃO E CONTROLE
  • PROJETO EMPATIA - A ORGANIZAÇÃO CANDIDATA INGRESSA NA JORNADA DO CLIENTE E CONSTRÓI UM CAMINHO DE EXPERIÊNCIAS POSITIVAS NO RELACIONAMENTO COM OS CLIENTES
  • PROJETO RETROFIT - MODERNIZAÇÃO E ATUALIZAÇÃO TECNOLÓGICA EM ESTAÇÕES ELEVATÓRIAS DE ESGOTO
  • QUALIDADE DA ÁGUA E RESÍDUOS SÓLIDOS NAS NASCENTES URBANAS E PARTES SUPERIOR E MÉDIA DA BACIA DO IGARAPÉ QUE DRENA O POLO INDUSTRIAL DE MANAUS, ESTADO DO AMAZONAS
  • REABILITAçãO DE REDE DE ESGOTO PELO MéTODO MND COMPACT PIPE
  • RECUPERAÇÃO DA JUNTA DO CANAL DE SAÍDA DA ETA GUARAÚ, UTILIZANDO TÉCNICA INOVADORA COM O USO DE JUNTA TIPO ÔMEGA EM MÉTODO NÃO INVASIVO
  • RECUPERAÇÃO DE REDES COM A UTULIZAÇÃO DE PIG´S RASPADORES, UMA SOLUÇÃO A OPERAÇÃO DE REDES DE ABASTECIMENTO
  • REDUÇÃO DE PERDAS EM ÁREAS DE VULNERABILIDADE SOCIAL DA UNIDADE CANDIDATA UTILIZANDO O PROGRAMA X
  • REDUçãO DE PERDAS SANTO ANDRé - MODELAGEM HIDRAULICA
  • REGULARIZAÇÃO DO ABASTECIMENTO DE ÁGUA NO LOTEAMENTO RIO MARINAS DE CARAGUATATUBA E SEUS BENEFÍCIOS DE ACORDO COM O TRIPLE BOTTOM LINE
  • ROADMAP APLICADO à FORMULAçãO E EXECUçãO DE ESTRATéGIA DE CONTROLE DE PERDAS/ANF DE UMA EMPRESA DE SANEAMENTO.
  • SANEAMENTO BRASILEIRO E O MERCADO LIVRE DE ENERGIA: A MIGRAÇÃO COMO ALTERNATIVA À REDUÇÃO DE CUSTOS
  • SELEÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE UM SISTEMA DE LODOS ATIVADOS POR AERAÇÃO PROLONGADA DE UMA ETE NO BRASIL
  • SIBOOST – A INOVAÇÃO NA METODOLOGIA DE OPERAÇÃO DO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA COM FOCO NA REGULARIDADE DOS EQUIPAMENTOS PRESSURIZADORES DURANTE AS SINGULARIDADES DAS CRISES HÍDRICAS E ENERGÉTICAS – CASE CARMELO BARONI UNIDADE DE NEGÓCIOS SUL – SABESP
  • SIMPLES, RÁPIDA E FÁCIL: PASTILHA INOVA NA METODOLOGIA DE IDENTIFICAÇÃO DE VAZAMENTOS E CONTRIBUI COM A REDUÇÃO DE PERDAS DE ÁGUA
  • SISTEMA AMOSTRADOR PARA ANÁLISE INDIVIDUAL DE TURBIDEZ ÁGUA FILTRADA DA ETA GUARAÚ – 1 EQUIPAMENTO, 8 ANALISES
  • SISTEMAS DE MONITORAMENTO AUTOMATIZADO DE CONSUMO DE ÁGUA RESIDENCIAL E COMERCIAL
  • SITUAÇÃO DE ACESSO À ÁGUA NO BAIRRO DE CANUDOS, BELÉM - PA.
  • SOLUçãO PARA O ACOMPANHAMENTO DE MANOBRAS EM REDE DE DISTRIBUIçãO DE áGUA
  • SOLUçõES INOVADORAS PARA INCREMENTO DE ECONOMIAS ENCAMINHADAS PARA TRATAMENTO EM áREAS CRíTICAS
  • TRATAMENTO DE LODO PROVENIENTE DE ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA COM ASSOCIAÇÃO DE DOIS POLÍMEROS
  • TREINAMENTO ELABORAÇÃO DE PACOTE TÉCNICO PARA LICITAÇÃO.
  • TUBO DE PITOT E ESTIMATIVA DE VAZÃO: CRÍTICA DA NORMA ISO 3966
  • UM MISTÉRIO DAS PERDAS REAIS – OS VOLUMES PERDIDOS DE VAZAMENTOS INTERNOS
  • USO DE PLATAFORMAS DIGITAIS PARA A GESTÃO DO CONHECIMENTO NAS EMPRESAS DE SANEAMENTO
  • USO DE ROBÔ DE INSPEÇÃO ELETROMAGNÉTICA PARA AVALIAÇÃO DE ALTA RESOLUÇÃO DA CONDIÇÃO DE EMISSÁRIO SUBMARINO
  • USO DOS RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL COMO AGREGADOS DRENANTES EM TRINCHEIRAS DE INFILTRAÇÃO
  • UTILIZAÇÃO DE HIDRÔMETROS VOLUMÉTRICOS E ULTRASSÔNICOS E SEUS IMPACTOS NA EVOLUÇÃO DOS RESULTADOS DOS INDICADORES DA MICROMEDIÇÃO
  • VEÍCULOS AÉREOS NÃO TRIPULADOS PARA MONITORAMENTO DE INVASÕES EM PROPRIEDADES E FAIXAS DE SERVIDÃO
  • VISTORIAS, INSPEçõES E PERíCIAS TéCNICAS EM SINISTROS EM OBRAS E SERVIçOS DE SANEAMENTO: NORMALIZAçãO TéCNICA EMPRESARIAL

Patrocínio - Cota VIP

Vogelsang

Patrocínio - Cota Estande

Eletra

Patrocínio - Cota Divulgação

Persalt

Apoio institucional

AAPS - Associação dos Aposentados e Pensionistas da Sabesp
ABAS – Associação Brasileira de Águas Subterrâneas
ABCON - Associação Brasileira das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto
ABDIB - Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base
ABEQ - Associação Brasileira de Engenharia Química
ABES – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental
             – Seção São Paulo
ABGE – Associação Brasileira de Geologia de Engenharia e Ambiental
ABIMAQ - Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos
ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas
ABPE – Associação Brasileira de Tubos Poliolefínicos e Sistemas
ABRAFILTROS – Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas Automotivos e Industriais
ABRATT - Associação Brasileira de Tecnologias Não Destrutivas
ABRHidro - Associação Brasileira de Recursos Hídricos
ABTC - Associação Brasileira dos Fabricantes de Tubos de Concreto
AESBE - Associação das Empresas de Saneamento Básico Estaduais
Água Sustentável
APECS - Associação Paulista de Empresas de Consultoria e Serviços em Saneamento e Meio Ambiente
APU - Associação Profissionais Universitários Sabesp
ARSESP - Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo
ASEAC - Associação dos Empregados de Nível Universitário da CEDAE
ASEC CETESB - Associação dos Engenheiros e Especialistas da CETESB e do Meio Ambiente
ASFAMAS - Associação Brasileira dos Fabricantes de Materiais para Saneamento
Associação Interamericana de Engenharia Sanitária e Ambiental – AIDIS
Associação Sabesp
CONSELHO REGIONAL DE QUÍMICA – IV REGIÃO SP
CREA-SP
IGS Brasil
MBA Saneamento Ambiental
MBA Saneamento Ambiental - FESPSP
Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas – REBOB
SEESP - Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo
SICOOB CECRES - Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Empregados e Servidores da Sabesp e em Empresas de Saneamento Ambiental do Estado de São Paulo – CECRES
Trata Brasil – ITB

Promoção

AESabesp
Há 34 anos ajudando a desenvolver o saneamento sustentável no Brasil e contribuindo com a saúde e qualidade de vida das pessoas.